‘Criar tensão institucional não ajuda o país’, diz Maia sobre divulgação de vídeo por Bolsonaro

Com informações do Metro1

Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez uma defesa da democracia, na tarde de hoje (26), no dia seguinte ao presidente Jair Bolsonaro compartilhar um vídeo por WhatsApp convocando a população para protestos a favor dos militares e do governo e contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 15 de março. Nas redes sociais, Maia disse que “criar tensão institucional não ajuda o país a evoluir”.

“Somos nós, autoridades, que temos de dar o exemplo de respeito às instituições e à ordem constitucional. O Brasil precisa de paz e responsabilidade para progredir”, disse Maia.

“Só a democracia é capaz de absorver sem violência as diferenças da sociedade e unir a Nação pelo diálogo. Acima de tudo e de todos está o respeito às instituições democráticas”, continua o tweet.

Políticos e parlamentares de diferentes partidos políticos reagiram à atitude do presidente. Para parte deles, o presidente cometeu crime de responsabilidade.

X