Damares abandona reunião da ONU em protesto contra regime de Maduro

Bahia.ba

Foto: reprodução

A ministra Damares Alves (Família, Mulher e Direitos Humanos) abandonou a sala da ONU nesta terça-feira (25) para protestar contra o regime de Nicolas Maduro, presidente da Venezuela.

Segundo o colunista Jamil Chade, do portal UOL, trata-se de ato calculado e raro na diplomacia internacional, já que a brasileira foi a única ministra do Grupo de Lima a agir dessa forma.

No momento em que o chanceler venezuelano Jorge Arreaza começou seu discurso no Conselho de Direitos Humanos da ONU, Damares se levantou e deixou o assento destinado ao Brasil. A delegação do Itamaraty também deixou o local em protesto.

Em seu discurso na segunda (24), Damares já havia atacado o governo ilegítimo de Maduro, insistindo em destacar as violações de direitos humanos. O Brasil não reconhece o governo de Nicolas Maduro e insiste em dar apoio a Juan Guaidó. Brasília, portanto, protesta contra o fato de que a Venezuela faça parte do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

Em 2019, Brasil e Venezuela foram eleitos para o Conselho da ONU.

X