Doméstica grávida é morta em Salvador, e suspeito é preso ao tentar fugir da polícia

Foto: Arquivo Pessoal

Uma mulher de 29 anos, que estava grávida, morreu após ser esfaqueada no bairro do Canela, em Salvador, na madrugada deste domingo (16). A informação é do G1.

Segundo a Polícia Militar, um dos suspeitos do crime foi preso ao tentar fugir. De acordo com populares, ele é neto da patroa da mulher e tentou estuprar a vítima antes de matá-la.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que o homem preso confessou que matou e que investigações foram abertas para saber se a tentativa de estupro, notificada pelas testemunhas, foi o motivo do crime. A nota disse ainda que a vítima era considerada membro da família e morava há muitos anos com a avó do suspeito.

Conforme consta no boletim da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o caso ocorreu na Avenida Reitor Miguel Calmon, em frente a um campo de futebol, por volta das 4h. A vítima foi identificada como Jessi Santiago dos Santos. Não há detalhes em qual mês a gestação estava.

Ainda de acordo com a PM, durante o patrulhamento, os policiais foram chamados para atender uma denúncia de populares que disseram que dois homens haviam cometido um homicídio durante uma tentativa de estupro.

Na ocasião, um deles foi localizado pela polícia com uma lesão na cabeça. Ele foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE) e depois encaminhado para o Departamento de Homicídios de Proteção à Pessoa (DHPP).

O outro suspeito conseguiu fugir do local. O caso é acompanhado pela Polícia Civil.

X