Procuradorias e TCU cobram governo federal por fila do Bolsa Família

Do Bahia.ba

Foto: reprodução/News Rondonia
Procuradorias federais e o Tribunal de Contas da União (TCU) estão cobrando ao governo federal respostas sobre a fila do Bolsa Família, cuja espera já afetou um milhão de famílias.

A pasta responsável pela administração do benefício é o Ministério da Cidadania, que teve o deputado Onyx Lorenzoni (DEM) apresentado como novo ministro, conforme publicação nesta sexta-feira (14) no Diário Oficial da União.

Onyx assume o cargo sob forte pressão do Ministério Público para que sejam adotadas medidas contra o enxugamento do Bolsa Família. O time do presidente Jair Bolsonaro tem adotado a linha de se esquivar quando questionado sobre os cortes no programa de transferência de renda.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Reconhecido internacionalmente, o programa atende famílias com filhos de 0 a 17 anos e que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 por mês. O benefício médio é de R$ 191. Com informações da Folha de S.Paulo.

X