Presidente diz que faltou sorte ao Atlético de Alagoinhas na Copa do Brasil

Do BN

Albino Leite (de preto) | Foto: Igor Luís / Atlético de Alagoinhas

O Atlético de Alagoinhas não saiu do 0 a 0 com o Botafogo-PB, na noite desta quarta-feira (12), no Carneirão, pelo jogo único do confronto da primeira fase da Copa do Brasil. Com o placar, o time baiano acabou eliminado do torneio nacional. Para presidente o Albino Leite, faltou sorte ao Carcará na partida.

“O time foi aguerrido, nós perdemos nos detalhes. Não pode perder gols daquele jeito, poderíamos ter matado no primeiro tempo. O fator sorte não estava do nosso lado. Se tivéssemos sorte, com certeza estávamos cobrindo todas as nossas dívidas”, afirmou em entrevista ao site Bahia Notícias.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Com a eliminação, o Carcará recebeu apenas a cota por participar da primeira fase do torneio. Além disso, a maior parte da renda arrecadada nas bilheterias do Carneirão, 60% do total, foi para o Botafogo-PB, que ficou com a classificação. Enquanto, o dono casa embolsou o restante.

“Para o bolso do Atlético não foi bom, porque nós perdemos a segunda cota. Ela ia dar um fôlego ao Atlético, mas não conseguimos. Paciência. Agora é correr atrás para eliminar esse prejuízo”, lamentou o dirigente. “Ela [a cota] ia ajudar. Mas temos o segundo e o terceiro plano. Vamos aplicar o segundo plano financeiro”, completou.

Fora da Copa do Brasil, o Atlético de Alagoinhas volta sua atenção ao Campeonato Baiano. A equipe ocupa a segunda colocação com oito pontos, três a menos do que líder Bahia, mas com um jogo a menos. No próximo sábado (15), às 16h30, o Carcará visita o Vitória, no Barradão, pela quinta rodada. Para Albino, a hora é de levantar a cabeça e buscar a classificação para a pré-Copa do Nordeste, além de mirar, novamente, na vaga para o torneio nacional de 2021.

“Não adianta ficar pensando nisso, temos que olhar para frente, o que passou, passou. É corrigir os detalhes, partir para o Barradão, ganhar o jogo lá e partir para a classificação”, finalizou.

No segundo semestre deste ano, o Atlético de Alagoinhas também vai disputar a Série D do Brasileiro.