Tabata e outros 4 parlamentares protocolam pedido de impeachment de Weintraub no STF

Metro1

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Cinco parlamentares protocolaram ontem (5) no Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de impeachment do ministro da Educação, Abraham Weintraub. Eles integram a comissão externa de acompanhamento dos trabalhos do MEC.

Os responsáveis pelo requerimento foram os deputados federais Felipe Rigoni (PSB-ES), Tabata Amaral (PDT-SP), João Henrique Campos (PSB-SE), além dos senadores Alessandro Vieira (Cidadania) e Fabiano Contarato (Rede).

O documento pede abertura de um processo para apurar infrações cometidas pelo ministro e aponta ações que violam o decoro, honra e dignidade do cargo. Agora, outros 24 parlamentares já assinaram o documento.

O relatório menciona ainda supostas omissões na atuação de Weintraub, assim como desrespeito ao princípio de impessoalidade por ele ter aceitado um pedido feito por meio do Twitter para correção da prova do Enem da filha de um apoiador do governo.

X