Comandante da PM pede desculpas à família de jovem agredido após encontro com vítima

Aratu On

Foto: Aratu On

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, se reuniu com o adolescente de 16 anos agredido por um PM no fim de linha da Fazenda Coutos, sua mãe, Karina Barros, e o advogado da vítima, Brasilino Gomes, por volta das 10h desta quarta-feira (5/2). Mãe e filho receberam o pedido de desculpas em nome do Comando Geral.

Durante coletiva de imprensa, Coronel Anselmo lamentou o ocorrido e classificou a agressão como um “fato isolado”. “Não é um ensinamento que passamos para os nosso policiais, nosso protocolo, pelo contrário, ensina como proceder, como fazer uma abordagem. O que a corporação externou para eles é que espera que isso não se repita. O que a gente vê ali é uma coisa dele, da pessoa, não da corporação. Ele, inicialmente, será afastado por 30 dias e o inquérito vai continuar, tanto pela Policia Militar, quando pela Civil, então agora é com a Justiça”.

O comandante garantiu, ainda, que a corporação vai dar todo apoio necessário à família do jovem, assegurando sua proteção.

RELEMBRE

Foto: Reprodução / Redes Sociais

No vídeo que tem repercutido nas redes sociais nesta semana, o policial aparece batendo e chutando um jovem negro. A vítima não parece está armado nem reage a abordagem.

Em um momento do vídeo, o agente passa a mão pelo cabelo do jovem, estilo “black power”, e pergunta: “Isso é cabelo de trabalhador?”. Depois, o policial dá murros na costela do homem e um tapa em sua cabeça. Por fim, ele pega um celular do chão e ainda dá um chute no jovem.

X