Festa de Iemanjá reúne milhares de admiradores no Rio Vermelho

Metro1

Foto: Paula Fróes/GOVBA
A Festa de Iemanjá, comemorada neste domingo, 2 de fevereiro, lotou o bairro do Rio Vermelho já na noite do sábado (1). Além do tradicional balaio, onde os admiradores podem depositar seus presentes à Rainda do Mar, o local recebe festas e cortejos. Ao longo dos anos, o festejo se tornou um dos principais símbolos da cultura baiana e do Brasil, acumulando milhares de depoimentos de graças alcançadas.

Segundo historiadores, a festa começou em 1923, quando pescadores, em um período de pouca fartura no mar, jogaram presentes nas águas para que a orixá os ajudasse. Depois disso, a pesca foi abundante. A tradição foi crescendo até ser oficializada como a ‘Festa de Iemanjá’ em 1950. Neste ano, o festejo foi reconhecido como Patrimônio Cultural de Salvador.

De acordo com o Governo do Estado, cerca de 892 policiais militares atuam no esquema de policiamento da festa, que inclui portais de abordagens, bases comunitárias de segurança móveis, postos elevados de observação e patrulhas.

Foto: Paula Fróes/GOVBA

X