Comando militar dos EUA rebate Trump e diz que ataque do Irã feriu 11 americanos

Do Bahia.ba

Foto: Shealah Craighead/Casa Branca

As Forças Armadas dos Estados Unidos afirmaram que 11 militares americanos ficaram feridos após o ataque do Irã a bases dos EUA no Iraque.

A declaração, dada na quinta-feira (16) peelo porta-voz do Comando Central Militar, contradiz a versão do presidente Donald Trump e do governo iraquiano de que a ofensiva não deixou feridos.

“Embora nenhuma pessoa a serviço dos EUA tenha morrido no ataque iraniano do dia 8 de janeiro à base de Ain al Assad, várias receberam tratamento para sintomas de concussões resultantes das explosões e ainda estão sendo avaliadas” disse num comunicado o capitão Bill Urban.

Urban afirma ainda que, por precaução, alguns indivíduos foram transferidos da base aérea para o Centro Médico Regional de Landstuhl, na Alemanha, para exames médicos, e que eles deverão retornar ao Iraque após os procedimentos.

Horas depois do ataque iraniano, Trump discursou por cerca de dez minutos e afirmou que nenhum americano ou soldado aliado tinha ficado ferido —as mesmas informações foram divulgadas pelas autoridades iraquianas.