Estudante denunciado por racismo é afastado da UFRB

Com informações do A Tarde

Foto: reprodução

Nesta quinta-feira, 12, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) emitiu nota se posicionando sobre o caso de racismo ocorrido no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), onde ocorreu o caso. O estudante do curso de Ciências Sociais, Danilo Araújo de Góis, foi afastado preventivamente. O comunicado diz ainda que o estudante não tomou ciência do documento que impede sua entrada no CAHL porque não foi localizado pela instituição.

Em reunião realizada na sede administrativa do CAHL, o diretor do Centro, Jorge Luiz Cunha Cardoso Filho, o pró-reitor de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis, Carlos Alberto Santos de Paulo, e o chefe de Gabinete, Luiz Paulo Jesus de Oliveira, escutaram e acolheram a denúncia dos professores e alunos ofendidos no espaço da universidade e encaminharam no sentido de orientar a formalização das denúncias no âmbito institucional e na esfera jurídica.

A instituição destacou, também, que Danilo Araújo de Góis não terá prejuízo em suas atividades acadêmicas porque o curso regular de Ciências Sociais não tem aulas no CAHL. A matéria que ele fazia no local era optativa.

Por fim, a UFRB se orienta pelos princípios do Estado Democrático de Direito e rejeita todo tipo de prática que incite o linchamento virtual, a justiça pelas próprias mãos e/ou o uso da violência. Assim, espera pela resolução do caso pelas vias institucionais e jurídicas cabíveis.

Confira no link a nota emitida pela instituição, na íntegra.