topbannerapo

DNA confirma que corpo encontrado na Bahia é de Bernardo, morto pelo pai no DF

fonte: G1 DF

Bernardo, de 1 ano e 11 meses — Foto: Arquivo pessoal

A Polícia Civil do Distrito Federal confirmou, na noite deste sábado (7), que o corpo encontrado em uma rodovia na Bahia é de Bernardo Osório, de 1 ano e 11 meses. O pai do garoto, Paulo Roberto de Caldas Osório confessou ter assassinado o filho.

Durante a tarde deste sábado, peritos do Instituto de Pesquisa de DNA Forense da Polícia Civil do DF (IPDNA) fizeram a análise do material genético encontrado na zona rural de Palmeiras, cidade da Chapada Diamantina.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

As amostras chegaram por volta de 12h30 no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em uma caixa de isopor e foram entregues ao diretor do IPDNA, Samuel Ferreira.

“Utilizando de técnicas avançadas de genética forense, os exames foram concluídos em menos de seis horas, inclusive com o laudo já redigido, confirmando a identificação genética”, afirmou Ferreira.

Corpo encontrado

Na última quinta-feira (5), a polícia baiana encontrou um corpo de uma criança na zona rual de Palmeiras, cidade da Chapada Diamantina. O local fica a mais de 1 mil quilômetros de Brasília, onde Paulo Roberto de Caldas Osório foi visto com o filho pela última vez, na sexta-feira, 29 de outubro.

A roupa, um colar de âmbar no pescoço e a cadeirinha usada no carro para transportar a criança, levaram os policiais e a família a acreditar que se tratava de Bernardo. No entanto, por causa do avançado estado de decomposição do corpo, os exames feitos na Bahia foram inconclusivos.

X