topbannerapo

Saiba como votou cada deputado baiano no aumento do fundo eleitoral para R$ 3,8 bilhões

Do Bahia.ba

Reprodução / Bahia.ba

Seis deputados da Bahia participaram da votação na Comissão Mista de Orçamento (CMO) que decidiu aumentar o fundo eleitoral para R$ 3,8 bilhões, nesta quarta-feira (04).

O valor é quase o dobro do fundo utilizado pelos partidos na eleição de 2018 (R$ 2 bilhões) e para que houvesse a ampliação dos recursos, foi preciso retirar verba de outras áreas, como saúde, educação e infraestrutura.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Um destaque para retirar a ampliação do texto foi apresentado pelo deputado Lucas Gonzalez (Novo-MG) e todos os baianos presentes votaram contra, ou seja, para manter o aumento no valor bilionário do fundo eleitoral.

O destaque foi rejeitado por 23 votos a 5.

Votaram pela ampliação do fundo eleitoral para R$ 3,8 bilhões, com a retirada de recursos de outras áreas, os deputados baianos Cacá Leão (PP), João Roma (PRB), Márcio Marinho (PRB), Paulo Azi (DEM), José Nunes (PSD) e Marcelo Nilo (PSB).

Dinheiro de saúde e educação

Uma reportagem do jornal Folha de São Paulo, nesta quinta-feira (05), mostrou que para se chegar ao montante de R$ 3,8 bilhões de fundo eleitoral, foi preciso retirar dinheiro de outras áreas no orçamento para 2020.

A saúde perdeu R$ 500 milhões, enquanto infraestrutura e desenvolvimento regional, R$ 380 milhões. A redução em educação chegou a R$ 280 milhões.

X