Aeronave cai durante pouso em pista de resort e pega fogo na Bahia; um morre

fonte: G1

Foto: Dudu Face/Camamu Noticias

Uma aeronave caiu durante o pouso na pista de um resort em Barra Grande, distrito do município de Maraú, no baixo sul da Bahia, na tarde desta quinta-feira (14). Segundo informações da assessoria de comunicação da prefeitura do município e da Polícia Civil, o acidente ocorreu pouco depois das 14h, e deixou uma pessoa morta e outras nove ficaram feridas, entre elas uma criança.

Ainda não há informações sobre o número total de pessoas que estavam na aeronave, que é um jato executivo, e nem sobre o que provocou a queda do avião. A pessoa que morreu, segundo a polícia, foi uma mulher, que ficou carbonizada. Os feridos foram encaminhados, inicialmente, para um posto de saúde de Barra Grande. As vítimas não tiveram nomes e idades divulgadas.

Não há informações sobre o estado de saúde dos sobreviventes, que, segundo a prefeitura, devem ser transferidos ainda nesta quinta para Salvador. Conforme registro da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), aeronave, um bimotor Cessna C550 fabricado em 1981, de prefixo PT- LTJ , é de propriedade do empresário José João Abdalla Filho.

O G1 entrou em contato com Banco Clássico, de propriedade de João Abdala, e foi informado pela recepção da instituição que o empresário está no exterior. A reportagem pediu para falar com a assessoria de imprensa do banco, mas foi informada que o responsável pelo setor já havia saído e que só retorna na segunda-feira (18).

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que equipes da Delegacia Territorial de Maraú realizam os levantamentos iniciais sobre a queda do avião.

Conforme informações iniciais, uma mulher morreu carbonizada e nove pessoas ficaram feridas, entre elas, uma criança. A unidade expediu a guia de remoção da vítima fatal.

O pescador Ronaldo Amaral disse que viu o momento em que a aeronave deu uma volta no ar e depois começou a cair. “Eu estava pescando e vi o avião passando por cima de mim. Ele fez uma volta bem rápida e, depois, voltou para a pista. Em questão de segundos a fumaceira subiu”, destacou.

Silvia Almeida, que mora em Barra Grande, também disse ter visto o momento da queda da aeronave. “Eu estava passando pela praia de Taipu de Dentro e vi. Aí eu fui pra perto e comecei a filmar. Eu só não sei dizer se morreu alguém”, relatou ao G1.

Foto: Dudu Face/Camamu Noticias