Mulher presa por 10 anos pelo marido desabafa na delegacia; “orei tanto que a libertação chegou”

Do Aratu On

Crédito da Foto: divulgação/SSP-BA
“Orei tanto que a libertação chegou”. Foi com essa frase que a mulher mantida em cárcere privado pelo próprio marido por 10 anos desabafou na delegacia ao falar sobre o caso. A informação é da titular da Delegacia da Mulher de Periperi (DEAM/Periperi), Simone Moutinho. Edilton Pereira Santos, 41 anos, foi preso na quinta-feira (7/11) no bairro de Tubarão, em Salvador.

“Ela está com o braço bastante lesionado pois na véspera da prisão, ela não fez uma janta para ele, então [o suspeito] pegou um facão, amolou e lapeou todo o braço dela”, descreveu a delegada. De acordo com Moutinho, Edilton já tem passagem por violência doméstica contra familiares. A audiência de custódia que vai decidir o destino dele vai ocorrer na tarde desta sexta-feira (8/11).

Na DEAM, o suspeito negou a acusação. “Mentira, tenho dez anos com ela. Para que ia manter ela em carcere privado? Não existe isso”, disse. “Essa semana fomos à praia, tem até foto no celular dela: eu, ela e os meninos. É mentira”, argumentou. “Ela saía comigo, sozinha, com qualquer um. Não existe isso. Isso aí que ela ta falando é tudo mentira”, reforçou Edilton.

A Polícia Civil disse também que três filhos do casal também ficavam presos. O caso foi descoberto por causa de uma denúncia anônima. Ao ver a viatura, a vítima correu em direção ao veículo e pediu socorro. Segundo Simone Moutinho, Edilton ameaçava a vítima e a agredia constantemente. Um dia antes do flagrante, ele a agrediu com um facão por não ter arrumado a cama.