Havan anuncia suspensão de publicidade em vários programas da Rede Globo

Luciano Hang é o dono da varejista Havan (Crédito: Reprodução)

A rede de lojas de departamento Havan anunciou nesta quinta-feira (7), que suspenderá todas as campanhas de publicidade que passariam em intervalos na rede Globo. Segundo dono da empresa apoiador do presidente Jair Bolsonaro, Luciano Hang, eles não compactuam com jornalismo ideológico e algumas programações da emissora.

No anúncio feito por Luciano, ele não cita Bolsonaro, mas relata que as últimas eleições mostraram que a maioria dos brasileiros desejam mudanças e afirmou que a rede Globo faz “desserviço à nação” e é “contra os costumes da família brasileira”.O empresário ainda alegou que a Havan está sendo cobrada pela sociedade e pelos clientes.

De acordo com o comunicado, estão suspensas as campanhas no Bom Dia Brasil, Jornal Hoje, Jornal Nacional, Jornal da Globo, Malhação e Caldeirão do Huck. Hang publicou o informe nas suas redes sociais e alegou que por enquanto manterá as publicidades nas afiliadas e jornais locais de uma forma mais conservadora.

Este é o segundo caso em uma semana que uma rede varejista suspende comerciais na emissora em apoio a Bolsonaro.

Luciando Hang é eleitor a anos do presidente e durante a campanha eleitoral de Jair, a rede foi processada pelo Ministério Público do Trabalho por intimidar funcionários, alegando que haveriam demissões se a esquerda ganhasse. O apoio também mudou o uniforme da rede de lojas, que trocou uma camiseta preta com o logo da empresa por uma verde e amarela.