Banner Outubro Prefeitura

Bolsonaro afirma que vai pedir auditoria no PSL

Do Metro1

Foto : Marcos Corrêa/PR

Estimulado pelo presidente Jair Bolsonaro, um grupo de deputados do PSL vai pedir ao partido que promova uma auditoria de suas contas para avaliar como foram utilizados os recursos públicos recebidos por meio do Fundo Partidário. A informação foi dada pelo presidente ontem (10), durante visita ao jornal O Estado de S. Paulo. A medida tem como alvo o presidente nacional da legenda, deputado federal Luciano Bivar (PE), com quem Bolsonaro vem travando um duelo pelo controle do partido.

Após ataques públicos de Bolsonaro à legenda, Bivar ameaçou retaliar o presidente por meio de seu filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), ao destituí-lo da presidência da Comissão de Relações Exteriores da Câmara. Ele também marcou uma convenção nacional extraordinária do partido para o dia 18, com o objetivo de reduzir a força de bolsonaristas na legenda.

Sobre as ameaças, Bolsonaro disse que, embora o acusem de flertar com a ditadura, a verdadeira atitude “autoritária” viria do comando do partido, ao ameaçar deputados do seu grupo com a perda de cargos. O presidente também disse que tem lido sobre o assunto na imprensa e nas redes sociais e que, caso a destituição de Eduardo seja confirmada, será “impublicável” o que ele pensa a respeito. A respeito de uma eventual desfiliação do PSL, Bolsonaro deixou a possibilidade em aberto.