Banner Outubro Prefeitura

Caso Flordelis: após reconstituição do crime, polícia vê contradições em depoimentos

Com informações do Metro1

Foto : Reprodução/Globo News

A Polícia Civil realizou na madrugada de hoje (22) a reconstituição da morte do pastor Anderson do Carmo, ocorrida em 16 de junho, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A deputada federal Floderlis (PSD), esposa do pastor, participou da reprodução simulada, entretanto, os filhos acusados de envolvimento no crime, Lucas e Flávio dos Santos, se recusaram a participar.

Ao final dos trabalhos, que duraram cerca de 6 horas, a delegada Bárbara Lomba afirmou que foi possível identificar algumas contradições. “Houve algumas contradições. Ajudou porque na hora de reproduzir, as pessoas as vezes não sustentam o que foi falado em outro ambiente”, diz a delegada.

Além de Flordelis, a polícia ouviu familiares que estavam na casa quando o pastor foi assassinado.

Para os investigadores, é importante descobrir o mandante desse crime e por qual motivo o pastor foi assassinado. A principal linha de investigação é disputa por poder e dinheiro.