Cães da polícia encontram jovem desaparecida em Boipeba

Da redação

Foto: Divulgação SSP
As cadelas Kyra (Pastor Belga Malinois) e Surah (Bloodhound), da 33ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Valença), localizaram, na tarde desta sexta-feira (30/8), uma jovem de 20 anos que havia desaparecido na ilha de Boipeba, região do Baixo Sul da Bahia. Transtornada, a mulher foi encontrada sentada em uma região de mata fechada.

O Grupamento de Operações com Cães (GOC) da 33ª CIPM recebeu a informação sobre o desaparecimento da jovem em um grupo de WhatsApp com a comunidade. As informações eram de que a mulher possuía problemas psicológicos e, na última segunda-feira (26/8), colocou alguns pertences em uma mochila e fugiu de casa, localizada em um distrito daquela mesma região.

Cientes do fato e com indicativo de que a moça teria ido para Boipeba, os PMs procuraram a família e solicitaram peças de roupas. As vestimentas foram farejadas por Kyra e Surah, cadelas formadas em Mantrailing (técnica que usa o odor de pessoas para buscas).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O GOC da 33ª CIPM iniciou os trabalhos próximo a um manguezal, onde foi possível visualizar pegadas humanas. Em um determinado momento, nas imediações do rio Aritibe, a cadela Kyra mudou de comportamento e direção, conseguindo achar a jovem sentada e visivelmente abalada. Os militares realizaram o acolhimento e acionaram equipes médicas.

“Investimos muito no nosso canil, tendo Kyra a primeira cadela no Norte/Nordeste certificada na técnica de Mantrailing. A nossa maior recompensa é essa. Salvamos uma vida, acalmando os corações dos familiares que estavam desesperados sem notícias desta jovem. Com certeza este dia ficará na memória de cada um dos militares envolvidos”, relatou o comandante da 33ª CIPM, tenente-coronel Alexandre Costa de Souza.

Foto: Divulgação SSP