Banner Agosto Prefeitura Alagoinhas

Filha de Flordelis diz que encomendou a morte do pai e que mãe sabia do plano

Do Metro1

Foto: Reprodução

Uma das filhas adotivas da deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD), Marzy Teixeira da Silva confessou, em depoimento à Polícia Civil, que pediu a um de seus irmãos, Lucas Cézar dos Santos, para matar o pai, o pastor evangélico Anderson do Carmo.

PUBLICIDADE

A declaração foi dada à polícia no dia 24 de junho e divulgada pelo jornal O Globo hoje (20). No mesmo dia, Lucas havia contado aos investigadores que, três meses antes do crime, recebeu proposta da irmã para cometer o assassinato.

Marzy também acusou Flordelis de já ter conhecimento do plano. Segundo ela, a mãe afirmou que não tinha dinheiro e a alertou para que não fizesse nada de que pudesse se arrepender.

A filha da deputada disse ainda que, em conversa através de um aplicativo de celular, ofereceu R$ 10 mil para o irmão matar o pastor. Segundo o plano, a quantia seria furtada da própria vítima.

Ainda de acordo com Marzy, o pastor descobriu que estavam planejando sua morte e chamou os familiares para conversar. Ele teria dito que grampearia os celulares de todos e, por conta disso, Marzy e Flordelis adquiriram novos chips de telefone.

Lucas e Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico de Flordelis, já estão presos e são réus no processo do assassinato de Anderson. A polícia ainda investiga a participação de outros integrantes da família no crime.