Banner Agosto Prefeitura Alagoinhas

Filho de PM é condenado a 16 anos e 7 meses de prisão por matar a namorada

Radar da BA

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Nesta sexta-feira (19), Adriel Montenegro dos Santos, 23 anos, foi condenado a 16 anos e 7 meses de prisão pela morte da ex-namorada, Andreza Victória Paixão, 15 anos, em 17 de abril de 2017. O júri popular aconteceu no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador. Adriel ainda pode pegar mais um ano de prisão por conta de outra acusação, de porte ilegal de arma, que ainda não foi julgada.

Um dos advogados de defesa do condenado, o criminalista Raul Affonso Nogueira Chaves Filho, confirmou ao jornal Correio a condenação do cliente. Por telefone, ele disse, no entanto, que não ia comentar o caso. Raul não revelou se vai recorrer da decisão do júri.

Adriel está preso desde setembro de 2017, quando se apresentou à polícia com um advogado, após passar cinco meses foragido. Em outubro do mesmo ano, o jovem, que chegou a ser incluído no Baralho do Crime da SSP, teve a prisão preventiva, sem prazo para expirar, decretada.

Crime

Foto: Reprodução/Facebook

Andreza Victória foi morta com um tiro na nuca, na casa de Adriel, localizada no bairro de Itapuã, em Salvador, no dia 17 de abril de 2017. Antes,o suspeito, na época com 21 anos, encontrou com a garota no Colégio Rotary, também em Itapuã, onde ela estudava. De lá, os dois seguiram caminhando para a casa dele, que fica no mesmo bairro. Ao chegar na varanda do imóvel, a vítima foi baleada na nuca.