Banner SÃO JOÃO 2019 BahiaTursa

STF deve julgar liberdade de Lula nesta terça (11)

(Arquivo/Agência Brasil)

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) incluiu na pauta de julgamentos desta terça-feira (11) um pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O processo estava estagnado desde abril no plenário virtual, um mecanismo em que os ministros postam os votos em um sistema eletrônico, sem a necessidade do encontro físico.

Na época, o ministro Gilmar Mendes havia pedido vista do processo, com o intuito de transferir o caso para o julgamento no plenário físico da Segunda Turma. Na noite de segunda-feira (1), o pedido de liberdade foi protocolado na pauta de julgamentos dessa terça-feira pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no STF.

No recurso, a defesa de Lula contesta uma decisão do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Em 2018, Fischer rejeitou um pedido de absolvição do ex-presidente no processo do triplex do Guarujá e, segundo os advogados, ele não deveria ter julgado o caso sozinho, e sim encaminhado a discussão para a Quinta Turma do STJ, que conduz a Lava-Jato.