Banner Agosto Prefeitura Alagoinhas

Após 2 anos, sumiço de crianças depois de morte dos pais em Pedrão ainda é mistério

Da Redação, com informações do Correio e G1

Foto: Reprodução / Facebook

Dois anos depois de sumirem, as duas crianças que desapareceram após os pais serem achados mortos na cidade de Pedrão, a cerca de 130 quilômetros de Salvador, ainda não foram encontradas.

Mesmo após familiares oferecerem recompensa, ninguém sabe do paradeiro de Sofia Lima, que tinha de 1 ano e 4 meses quando desapareceu, e Luna Moreira, na época, com 5 anos.

O Ministério Público Estadual (MP-BA), solicitou na segunda-feira (10), que a Polícia Civil realize novas diligências sobre o caso. Não há detalhes sobre os documentos obtidos pelo órgão estadual.

Juliana e Robinson, pais das crianças desaparecidas, e um homem identificado como Danilo Luis Araújo Souza, foram achados mortos na zona rural de Pedrão no final de abril de 2017.

Danilo e Juliana foram encontrados com marcas de tiros dentro de um carro que havia sido alugado no dia anterior na cidade de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano.