Após suposta traição, homem mata filha e enteada e é preso

fonte: iBahia e O Globo

Foto: reprodução/TV Globo

O açougueiro Clayton Almeida de Jesus, de 34 anos, foi preso na noite desta quarta-feira, em São Paulo, acusado de ter matado a filha, Priscila Beatriz Tavares Almeida, de 3 anos, e a enteada, Edmilly Tavares da Silva, de 8 anos, na casa onde viviam, em Guarulhos. Clayton fugiu para Santos, no litoral Paulista, logo após cometer o crime

Foto: G1 Santos

As crianças foram encontradas abraçadas dentro de um cômodo da residência. No local do homicídio, o açougueiro deixou um bilhete afirmando que havia matado as duas por “vingança”, após descobrir uma suposta traição da mulher. Ele ainda gravou um áudio para familiares, dizendo que a mulher e o suposto amante “iriam lembrar para o resto da vida o que eles fizeram”.

Clayton confessou que pretendia ainda matar os filhos do suposto amante da mulher, que seria chefe dela, mas não sabia o endereço exato do homem. Para fugir, como não tinha dinheiro, o açougueiro levou cerca de R$ 70 que estavam guardados no cofre das crianças,

Após ser preso pela Polícia Civil em Santos e encaminhado para a Delegacia Seccional de Guarulhos, onde foi ouvido e autuado. Ele deverá responder por duplo homicídio qualificado. Clayton deve passar por uma audiência de custódia nesta quinta-feira.