Investimento em Educação

Técnico do Atlético de Alagoinhas detona escolha de árbitro para jogo contra Bahia

fonte: Bahia Notícias

Foto: Reprodução / Bahia Notícias

O técnico Arnaldo Lira detonou a escolha do árbitro Marielson Alves Silva para apitar a partida entre Bahia e Atlético de Alagoinhas, nesta quinta-feira (21), às 19h15, pelo jogo de ida da semifinal do Campeonato Baiano. O treinador questiona o fato do juiz ser de Vitória da Conquista. Além de disputar um lugar na final do estadual, o Carcará briga com o Vitória da Conquista por uma vaga na Copa do Brasil e Série D do Brasileiro do ano que vem. Para ele, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) deveria prestar atenção nesse detalhe.

“Um jogo importante como esse e a Federação faz coisa errada. Brinca porque quer. Porque um jogo desse, onde o Atlético briga por vaga na Copa do Brasil, vaga na Série D do Brasileiro, disputando com o Vitória da Conquista, aí eles botam um juiz de Vitória da Conquista, que é o Marielson, para apitar. Ele já me expulsou, já expulsou jogador meu com 10 minutos do primeiro tempo, sem fazer nada aí fiquei com 10 contra 11… O cara pega um juiz de Vitória da Conquista com tanto juiz de outros lugares para botar, pois não estão jogando. Procura problema sem necessidade. Por que não põe um juiz de Feira de Santana ou de outro lugar? Por que botar um juiz de Vitória da Conquista? Aí é complicado demais”, detonou em entrevista ao site Bahia Notícias.

De acordo com Arnaldo Lira, ele foi expulso por Marielson quando comandava o Fluminense de Feira.

“Nada contra o cara, mas ele já expulsou com 10 minutos, me expulsou do jogo. Foi quando eu estava no Fluminense de Feira”, completou.

A escolha da arbitragem é feita através de sorteio, realizado na última segunda (18), na sala da Comissão Estadual de Árbitros de Futebol da Bahia (CEAF/BA).

“Faz um sorteio com juízes de outros lugares… Preserva até o rapaz desse jogo. Mas é assim mesmo, vamos lá ver o que a gente faz”, finalizou.

Por ter se classificado na segunda posição com 16 pontos, o Atlético de Alagoinhas terá a vantagem de fazer o jogo de volta em casa, no Carneirão. O duelo decisivo está marcado para o dia 27, na outra quarta, às 21h30. O empate no placar agregado leva a decisão da vaga na final para os pênaltis.