Campanha: Macrodrenagem e Saneamento / IPTU 2019

Adolescente apontado como 3º suspeito de massacre em Suzano se apresenta à polícia

Por: Agência Brasil

Foto: reprodução/Globo News

O terceiro suspeito de participar do planejamento do ataque a tiros na escola Raul Brasil se apresentou ao Fórum de Suzano (Grande SP) por volta das 11h desta sexta-feira (15/3). Antes, ele fez exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal.

Este era o prazo dado pela Vara da Infância e da Juventude para que o jovem de 17 anos se apresentasse na oitiva. Ele chegou ao local em um carro da polícia acompanhado pela mãe. Na tarde desta última quinta-feira (14/3), o delegado-geral da Polícia Civil, Ruy Ferraz Fontes, pediu à Justiça que o adolescente fosse apreendido. Ele também é ex-aluno da escola e estudou na sala de Guilherme Taucci Monteiro, 17, o líder do massacre, que deixou 8 mortos na quarta.

Em virtude do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o processo que vai apurar a participação do jovem correrá em segredo de justiça. Inicialmente o novo suspeito está sendo ouvido pelo Ministério Público, o responsável por pedir a abertura de uma ação à Justiça.

Caso seja esta a decisão da promotoria, a juíza Erica Marcelina Cruz, da Vara da Infância e Juventude, poderá determinar a internação dele na Fundação Casa por 45 dias ou optar pela liberdade assistida, entre outras medidas.

O envolvimento do terceiro suspeito no crime teria ocorrido no planejamento do crime, segundo o delegado Ruy Fontes. O dono do estacionamento onde Guilherme Taucci e Luiz Henrique de Castro, 25, guardaram o carro usado no ataque teria informado à polícia a participação do adolescente. Entre os 11 telefones celulares apreendidos pela polícia nesta quarta, um deles pertence ao jovem que está sendo ouvido. Quase todos os outros aparelhos são relacionados a Guilherme Taucci.


Anuncio Ivonilton mobi