Suspeito de matar jovem e ferir 3 pessoas a tiros no carnaval de Salvador nega crime

Do Radar da BA

Confusão ocorreu no circuito Osmar (Campo Grande), na sexta-feira (1º) — Foto: Reprodução/ TV Bahia
Nesta quinta-feira (7), Edmilson Silva dos Santos Júnior, 28 anos, o ‘Caroço’, foi apresentado pela Polícia Civil como sendo suspeito de atirar e matar Jeferson São Pedro Almeida e ferir outras três pessoas, na sexta-feira (1º) durante o carnaval de Salvador. Ele negou ser o responsável pelo crime.

De acordo com a Polícia Civil, a arma usada no crime ainda não foi encontrada.

Com relação a Edmilson, as investigações apontam que ele não tem residência fixa e vivia na casa de familiares. Em depoimento, ele relatou a polícia que conhecia Jeferson, que morava na Federação, desde a infância. A polícia investiga qual era a relação entre os dois. Edmilson já respondia, em liberdade, a um processo por tráfico de drogas.

De acordo com a delegada Clelba Teles, diretora adjunta do DHPP, que investiga o caso, Edmilson assumiu que houve uma confusão, mas disse não estar envolvido na situação. Com passagem por tráfico de drogas, ele agora vai responder por homicídio.

“Ele nega, inicialmente, que tenha praticado os disparos. No entanto, as imagens são claras. Mostram Edmilson correndo, mostram ele procurando seu alvo, mostra ele avançando em razão dessa briga, e mostra também ele em atitude que parece estar com a arma ainda em seu poder”, afirmou a delegada Clelba.

Foto: Alberto Maraux/SSP-BA