Banner Outubro Prefeitura

Haddad é inocentado em ação por corrupção e lavagem de dinheiro

Com informações do Metro1

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os desembargadores da 12ª Câmara do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo trancaram hoje (27) uma ação penal contra o ex-prefeito de São Paulo (PT) por corrupção e lavagem de dinheiro.

A denúncia do Ministério Público do Estado apontou que o empreiteiro Ricardo Pessoa, delator da Operação Lava Jato, pagou com valores de caixa 2, dívidas de campanha do ex-prefeito com gráficas em troca de futuros benefícios para sua empresa, a UTC Engenharia.

Segundo o voto do relator, desembargador Vico Mañas, a denúncia não esclarece qual a vantagem pretendida pelo empreiteiro, uma vez que os interesses da UTC foram contrariados pela gestão municipal, que chegou a cancelar um contrato já assinado com a empresa para a construção de um túnel na Avenida Roberto Marinho.

O representante do Ministério Público junto ao Tribunal, Mauricio Ribeiro Lopes, concordou também com a tese da defesa, destacando que a acusação falhou na descrição do crime e que não foram trazidos elementos que justificassem a ação penal.