Banner Agosto Prefeitura Alagoinhas

Jovem denuncia que ex-marido invadiu casa e sequestrou filha de 11 meses

fonte: G1

Foto: Pixabay

Uma jovem de 24 anos denunciou na delegacia da cidade de Ibiassucê, no sudoeste da Bahia, que o ex-marido invadiu a casa dela e sequestrou a filha de 11 meses do casal. De acordo com o delegado Alessandro Cruz, o caso foi registrado na última quarta-feira (20), quando a criança foi levada pelo pai.

À polícia, Damiana Lima de Souza disse que a filha foi levada à força pelo homem, identificado como Jânio Ramos de Andrade, de 35 anos.

“Ela nos contou que ele invadiu a casa da mãe dela, onde estava morando, acompanhado de outras quatro pessoas, e levou a criança contra a vontade dela. Independente do direito de pai, ele invadiu a casa, agiu com violência e vamos tratar a situação como violência doméstica também. Já estamos elaborando o pedido de busca, para que a criança retorne para a mãe”, contou o delegado.

Alessandro Cruz disse ainda que os pais da criança moravam em São Paulo e, após a separação, a mulher foi morar na Bahia. Em seguida, o homem veio atrás da mulher.

A mãe de Damiana, e avó da pequena Jenifer Emanuele, disse que Damiana e Jânio têm outro filho, que ainda é criança. A idade não foi revelada. Maria da Paz detalhou que o relacionamento do casal terminou há quase um mês, pois a filha dela era mantida em cárcere privado pelo ex-marido.

“Ele deixava ela trancada em casa. Da última vez, ela chamou a polícia, e eles tiraram ela de lá, então ela veio direto para cá [Ibiassucê]. Ele não deixou ela pegar o menino [o outro filho]. Ele não aceita o fim do relacionamento”, disse Maria da Paz.

A avó da criança relatou também que Damiana está sofrendo bastante com a ausência dos filhos e que está preocupada pelo fato da filha bebê ainda estar em fase de amamentação.

“A bebê ainda mama. Ela está desesperada, todo dia ela tira leite e não tem a filha perto para dar”, enfatizou Maria da Paz.

O suspeito voltou para São Paulo, mas a polícia disse que está em busca do paradeiro dele.