“Green Book: O Guia” supera “Roma” e ganha o Oscar de melhor filme; Spike Lee protesta

Com informações do Uol

Crédito da Foto: Imagem Ilustrativa

Ainda não foi dessa vez que a Netflix faturou o Oscar de melhor filme. A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas escolheu na madrugada de hoje “Green Book: O Guia” como o melhor filme do ano passado, deixando para trás “Roma”, aposta da plataforma de streaming na premiação.

O filme saiu da premiação com um total de três estatuetas, incluindo também as de roteiro original e ator coadjuvante, para Mahershala Ali. Ele empatou com “Roma”, que também levou três prêmios: diretor (para Alfonso Cuarón), filme estrangeiro e fotografia. O maior vencedor da noite foi “Bohemian Rhapsody”, com quatro Oscars.

Dirigido por Peter Farrelly, “Green Book” baseia-se em uma história real que envolve Tony Lip (Viggo Mortensen), um ítalo-americano bronco e preconceituoso que trabalhava como segurança na boate Copacabana, de Nova York, e que no começo dos anos 60 se tornou motorista de um magnífico pianista negro, Don Shirley (Mahershala Ali), durante sua turnê pelo sul dos Estados Unidos.

Segundo o “Deadline”, o diretor de “Infiltrado na Klan”, Spike Lee, ficou irritado quando “Green Book” foi anunciado como o melhor filme. Lee deu as costas para o palco enquanto os produtores de “Green Book” faziam seu discurso de agradecimento.

Muitos ativistas negros americanos têm feito objeções a “Green Book”, especialmente depois da família de Don Shirley (o pianista interpretado por Mahershala Ali no filme) contestar a veracidade de vários eventos do roteiro.

CONFIRA TODOS OS VENCEDORES DO OSCAR 2019:

Melhor filme: “Green Book – O Guia”
Melhor diretor: Alfonso Cuarón – “Roma”
Melhor ator: Rami Malek – “Bohemian Rhapsody”
Melhor atriz: Lady Gaga – “Nasce uma Estrela”
Melhor ator coadjuvante: Mahershala Ali – “Green Book: O Guia”
Melhor atriz coadjuvante: Regina King – “Se a Rua Beale Falasse”
Melhor animação: “Homem-Aranha no Aranhaverso”
Melhor filme estrangeiro: “Roma” – México
Melhor roteiro original: “Green Book: O Guia”
Melhor roteiro adaptado: “Infiltrado na Klan”
Melhor trilha sonora: “Pantera Negra”
Melhor canção original: “Shallow” – “Nasce Uma Estrela”
Melhor documentário de longa-metragem: “Free Solo”
Melhor mixagem de som: ‘Bohemian Rhapsody”
Melhor edição de som: “Bohemian Rhapsody”
Melhor curta de animação: “Bao”
Curta-metragem live action: “Skin”
Melhor documentário de curta-metragem: “Period. End of Sentence.”
Melhor edição: “Bohemian Rhapsody”
Melhor direção de arte: “Pantera Negra”
Melhor fotografia: “Roma”
Melhor efeitos visuais: “O Primeiro Homem”
Melhor figurino: “Pantera Negra”
Melhor maquiagem e penteados: “Vice”