Banner Outubro Prefeitura

Tatuagem de Bolsonaro impede musa de escola de samba de desfilar

Foto: reprodução
Musa da escola de samba Unidos de Vila Maria, Erika Canela, 27 anos, afirmou que foi impedida de desfilar pela agremiação paulista por conta da tatuagem que tem em homenagem ao presidente Jair Bolsonaro. Ela tem na região das costelas a tatuagem, que mostra o presidente imitando armas com as mãos.

“Não vou poder mais desfilar. Tudo aconteceu depois que dei uma entrevista falando que mostraria a tatuagem do Bolsonaro na avenida e recebi muitas críticas. Fui muito discriminada por isso, me xingaram. Com isso, soube que a Liga das Escolas de Samba teria entrado em contato com a Vila Maria, falando que eu não poderia desfilar. Aí a escola entrou em contato comigo e resolvemos que não vou mais desfilar. Não quero prejudicar a Vila Maria de forma alguma”, afirmou Erika Canela ao portal Yahoo.

Erika, que foi Miss Bumbum 2016, ficou famosa por uma tatuagem nas costas em homanagem a outro político polêmico: Donald Trump. “Todos se impressionaram com minha coragem – foi um pedido por paz, um simbolismo. Eu fui bastante atacada na internet, mas eu não me preocupo. Essa tatuagem me deixou famosa”, afirmou ela no ano passado, falando sobre a tatuagem ao Daily Star.