Campanha: Macrodrenagem e Saneamento / IPTU 2019

Grávida é agredida por médico durante trabalho de parto; ataque foi registrado em vídeo

fonte: iBahia

Um vídeo em que um médico agride e xinga uma paciente em trabalho de parto em um hospital público de Manaus viralizou na web esta semana. De acordo com a polícia civil, o funcionário cometeu crime de injúria e vias de fato. As informações são do G1 Manaus.

Nas imagens que, de acordo com a Secretaria do Estado de Saúde do Amazonas (Susam), foram gravadas em 2018, é possível ver o médio tratar a paciente de maneira ofensiva e chega a dar tapas na coxa da mulher. Em seguida, é possível ver que um familiar afirma que irá denunciar o caso e médico responde a gritos para que a família o denuncie.

Em nota enviada ao G1, a Susam afirmou que tomou conhecimento do caso através das redes sociais e que não houve nenhum registro na maternidade ou na ouvidoria do hospital na época. A secretaria disse ainda que um processo administrativo está em tramitação para apurar a denúncia contra o médico. O Conselho Regional de Medicina do Estado do Amazonas (CRM-AM) informou que investigará o caso.

“A Susam não está de acordo com o tipo de conduta praticada pelo médico. Por este motivo, o vice-governador e secretário de estado de Saúde, Carlos Almeida, irá solicitar à direção do Instituto de Ginecologia e Obstetrícia do Amazonas (Igoam), empresa ao qual o profissional é cooperado, o seu afastamento”, disse a secretaria em um trecho da nota.

Após o vídeo viralizar, a família da vítima decidiu registrar um boletim de ocorrência na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM). Eles contam que não tinham acesso às imagens e não sabem quem as divulgou.

A delegada Débora Mafra ouviu a adolescente e disse que o caso será encaminhado ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP). O médico deve ser ouvido ainda esta semana. Ele já tinha, de acordo com Mafra, outras cinco denúncias de casos parecidos, feitas desde 2013.


Anuncio Ivonilton mobi