Estádio Carneirão

Bahia joga mal e avança na Copa do Brasil com empate com o Rio Branco

Do Galáticos Online

Foto: Nathacha Albuquerque

Nem se pode dizer que deu pro gasto. O Bahia escapou de uma eliminação precoce da Copa do Brasil, nesta quarta-feira (13). Na Arena da Floresta, no Acre, o Tricolor voltou a jogar mal e apenas empatou com o Rio Branco, por 2 a 2. Gilberto marcou os dois gols do Tricolor. Laécio e Custódio fizeram para o time acreano.

O resultado, porém, fou suficiente para o time baiano garantir vaga na segunda fase da Copa do Brasil. O Esquadrão enfrentará o Santa Cruz, do Rio Grande do Norte.

PRIMEIRO-TEMPO

Logo aos seis minutos, o Bahia perdeu um gol claro. Élber invadiu a área, driblou o goleiro e, com o gol vazio, chutou para fora.

Mas, aos oito minutos, Gilberto ensinou como se faz. Após cruzamento na área e saída ruim do goleiro, o artilheiro mandou para as redes e abriu o placar.

Porém, aos 14 minutos, o Rio Branco respondeu à altura. Após finalização e defesa de Douglas na área, Laécio aproveitou o rebote e balançou as redes para empatar.

Com o jogo corrido, o Tricolor quase voltou à frente aos 17. Jackson cobrou falta colocada e acertou o travessão.

Já aos 44, o Esquadrão desperdiçou mais uma, de novo com Élber. Após jogada de Artur, o atacante recebeu de cara para o gol, mas, no segundo pau, mandou a bola para fora.

SEGUNDO-TEMPO

No segundo tempo, o Bahia chegou ao gol aos 25 minutos. Após chute forte de Douglas, Juninho espalmou para frente e deu de graça para Gilberto fazer mais um.

Porém, aos 44 minutos, os donos da casa voltaram a empatar. Após belo passe de Doka Madureira, Custódio invadiu a área e chutou sem chances para Douglas.

Rio Branco 2 x 2 Bahia
Copa do Brasil – 1ª fase

Local: Arena da Floresta, em Rio Branco (AC)
Data e Horário: 13/02/2019, às 22h30 (de Salvador)
Árbitro: Daniel Nobre Bins. Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e Michael Stanislau
Cartões amarelos: Guilherme, Gilberto (BAH)
Gols: Gilberto-2 (BAH); Laécio (RIO)

Rio Branco
Juninho; Nando, Gilson, Rafael Henriques e Ítalo; Alcione (Geovani), Everton Bocca, Doka Madureira e Kanu; Alex Alcântara (Chay) e Laécio (Custódio). Técnico: João Mota.

Bahia
Douglas; Nino, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore e Flávio; Artur (Iago), Guilherme (Shaylon) e Élber; Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.