Banner IPTU Junho / São João

João de Deus será ouvido nesta quarta-feira na cadeia, diz Polícia Civil

Da ABr

Crédito da Foto: Agência Brasil

O médium João de Deus, preso e denunciado por crimes sexuais durante tratamentos espirituais, será ouvido nesta quarta-feira (9/1) pela Polícia Civil, informou a assessoria de imprensa da corporação. O depoimento, segundo o comunicado, deve ocorrer dentro do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, onde o líder religioso está preso desde dezembro.

Conforme nota divulgada pela corporação, o depoimento deve ocorrer no âmbito do inquérito sobre a posse ilegal de armas de fogo encontradas na casa dele durante buscas. Esta será a primeira vez que o médium é ouvido depois que a delegada Karla Fernandes assumiu a coordenação das investigações.

João de Deus já teve prisão decretada por esse crime e, neste caso, a Justiça determinou prisão domiciliar. O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) recorreu desta decisão e o Tribunal de Justiça ainda não havia decidido sobre o caso até às 9h40 desta quarta-feira.

Outra investigação em andamento pela força-tarefa é se João de Deus pode responder ainda pelo crime de estelionato, já que foram apreendidas em endereços ligados a ele pedras que parecem preciosas. Em nota, a Polícia Civil informou que “a perícia em objetos apreendidos, como pedras preciosas e notebook ainda está sendo realizada” e que “o resultado dos laudos será determinante para os próximos passos nas investigações”.