Nota Premiada

SUS oferecerá medicação para doença rara que atinge os ossos

Redação Aratu

Foto: divulgação/Governo Federal

O Sistema Único de Saúde (SUS), oferecerá medicamento para a doença de paget, enfermidade rara que atinge os ossos. O comunicado foi feito pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (27/12). A previsão para a distribuição nas unidades públicas de 180 dias.

O medicamento ácido zoledrônico (ZOL) foi adicionado às medicações que devem ser oferecidas pelo governo pelo MS na última sexta-feira (21/12). A substância é usada para restaurar os ossos e aliviar as dores da pessoa enferma. Para o tratamento do distúrbio, o SUS já oferece os medicamentos Alendronato, Risedronato e Pamidronato.

A decisão de distribuir o remédio levou em conta sugestões de pacientes e familiares de portadores da doença e foi debatida entre profissionais da saúde e especialistas da Comissão Nacional de Incorporação de Novas Tecnologias ao SUS (Conitec).

A doença, que é assintomática, aumenta o número, tamanho e atividade das células da matriz óssea. O desequilíbrio pode causar deformidades nas áreas da pelve, coluna, crânio, fêmur e tíbia. Segundo o MS, a doença de Paget é o segundo distúrbio ósseo mais comum nos brasileiros, ficando atrás apenas da osteoporose.

Segundo o MS, a incorporação do Ácido Zoledrônico (ZOL) ao SUS deve custar, inicialmente, R$ 9,6 milhões por ano ao governo.