Inquérito sobre ataque a Bolsonaro está quase concluído, diz chefe da PF

Com informações do UOL

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A investigação sobre o possível envolvimento de mais pessoas no ataque a faca contra o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), ainda durante a campanha, em setembro, está perto de ser finalizada, disse nesta sexta-feira (21) o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro.

“Nós não podemos terminar esse inquérito deixando dúvidas. Essa é a nossa missão. E a investigação está caminhando para o final”, declarou a jornalistas, após evento no Ministério da Segurança Pública, em Brasília.

A Polícia Federal cumpriu nesta sexta dois mandados de busca e apreensão no escritório e em uma empresa do advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, responsável pela defesa de Adélio Bispo, autor do atentado contra Bolsonaro.