Temendo prisão, cantor Jerry Smith encerra show; resultado: brigas e vandalismo; Vídeo

Do Aratu Online

Foto: reprodução / Instagram

Acompanhado de músicos bailarinas no palco, o cantor Jerry Smith teve que encerrar às pressas a apresentação que fazia na noite da última sexta-feira (16/11), em Marabá (PA).

O local não estava com as autorizações necessárias para a realização do show. De acordo com ele, a polícia militar estava no local para acabar com o show. “Se a gente não parar agora, corre o risco de ser preso”, disse o cantor a uma plateia lotada, que reagiu imediatamente.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram o quebra quebra e a revolta de muitos pagantes contrariados com o recado dado pelo musico no palco. Mesas, cadeiras e painéis de led foram alvo do vandalismo. Barracas de bebida e comida foram saqueadas.

Veja vídeo:

A casa de shows, por sua vez, eximiu-se de responsabilidades. “Nossas licenças estão todas atualizadas e em dia para serem usadas e alugada como as devidas leis. Quando o evento é feito com venda de ingressos, no nosso contrato há uma cláusula que o contratante tem a responsabilidade de providenciar as licenças da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, SEMA para que o evento cocorra dentro da lei. O show de Jerry Smith não foi cancelado por culpa da Império Eventos”.

No sábado (17/11), o funkeiro se disse triste com a obrigação de interromper o show, em um vídeo postado nos seus stories.