INSS vai revisar 93 mil perícias médicas na Bahia

Foto: Reprodução

Assessoria de Comunicação Social do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), relatou que o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) vai revisar mais de 93 mil pericias médicas na Bahia até o final deste ano. Ao todo serão 31.750 auxílios-doença e mais 61.627 de aposentadorias por invalidez.

Segundo nota do MDS, “desde o segundo semestre de 2016, já foram realizadas 45.698 perícias (24.649 de auxílios-doença e 21.049 de aposentados por invalidez). Entre os benefícios analisados, 18.835 auxílios-doença e 5.934 aposentadorias foram cessadas. O processo de revisão já gerou uma economia de R$ 327,5 milhões nas revisões de auxílio-doença”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Na última segunda-feira (13), foi o último prazo dado pelo órgão para agendamento da perícia medica pelos beneficiários do auxílio-doença e da aposentadoria por invalidez. A perícia é marcada diretamente na Central de Atendimento da Previdência Social, através do telefone 135. Quem não fizer o agendamento terá o pagamento do benefício bloqueado até que regularize a situação.

Os beneficiários convocados estão, há mais de dois anos sem passar por perícia médica. Em agosto de 2016, o governo federal iniciou a operação ‘pente-fino’ nos benefícios pagos pelo INSS ao cidadão incapacitado de trabalhar. A perícia médica atesta se o segurando continua sem condições de retornas às atividades.

Para esta ação, o INSS envia uma carta para cada pessoa, que precisa passar pela perícia. Caso a consulta não seja agendada, o pagamento fica suspenso até o convocado regularizar sua situação. A partir da suspensão do beneficio, o trabalhador tem até 60 dias para marcar o exame. Se não procurar o INSS dentro desse prazo, o benefício é cancelado.

X