DPVAT: Indenizações por morte aumentam 40% na Bahia

Foto: reprodução

O número de indenizações pagas por mortes no trânsito aumentou em 40% no estado em um ano, de acordo com o balanço do seguro DPVAT (Seguro por Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre).

Segundo informações do jornal Correio, foram 1.358 pagamentos até junho deste ano – no ano passado, foram 965 no mesmo período. Em todo o país, o aumento foi de 27% em relação ao mesmo período do ano passado, passando de 15.192 para 19.367. No caso de morte, as indenizações vão até R$ 13,5 mil, mas o DPVAT cobre ainda invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e hospitalares.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com a responsável pela administração do seguro, a Seguradora Líder, as indenizações por morte podem se referir a acidentes cujas vítimas sejam motoristas, pedestres e passageiros. De acordo com o levantamento deste ano: dos 10.857 motoristas mortos, 65% (7.036) eram motociclistas.

De todas as indenizações pagas no primeiro semestre de 2017, 75% foram destinadas a homens com idades entre 18 e 34 anos, todos conduzindo os veículos – desse grupo, a maioria (89%) estava a bordo de motocicletas. Para receber a indenização, as vítimas precisam apresentar os documentos exigidos no ponto de atendimento escolhido, dentro de um prazo de três anos a partir da data do acidente.

No site da seguradora (clique aqui) há a lista de locais de atendimento e os documentos necessários para cada tipo de benefício. Não é preciso estar acompanhado de advogado. O pagamento é feito em conta corrente ou poupança da vítima ou de seus beneficiários, em até 30 dias após o envio da documentação.

X