Alagoinhas: Obras de requalificação do terminal de coletivos terão início na próxima segunda (3)

Foto: Secom

O Terminal de Coletivos de Alagoinhas, principal estação de transbordo do município, será interditado a partir da próxima segunda-feira (03) para o início de uma requalificação que, segundo a prefeitura, promete impactar positivamente a rotina da população que frequenta o local.

As intervenções que serão realizadas sob responsabilidade de uma força-tarefa multidisciplinar formada pelas Secretarias de Serviços Públicos (SESEP), Infraestrutura (SECIN) e a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), foram anunciadas pelo prefeito Joaquim Neto na última semana, e terão duração de 30 dias.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Essa requalificação é uma grande preocupação minha pois entendo que a atual estrutura do terminal está prejudicando não só a população que usufrui do transporte público mas também os comerciantes aqui da região que acabam sofrendo a degradação”, explicou Joaquim. “A requalificação vai transformar o terminal em um ambiente confortável para os usuários, e impulsionará a economia aqui na região beneficiando o comércio e os serviços que são prestados nessa área”.

Por conta da interdição, a partir da próxima segunda-feira, a SMTT remanejará as linhas para outros pontos de ônibus nas proximidades do terminal. As 10 linhas da empresa Xavier passarão a transbordar os passageiros no ponto de coletivos da Loja Ananda, na Rua Conselheiro Moura. Já o ponto que será implantado nas proximidades das Lojas Americanas, na rua Milton da Silva, receberá nove linhas da empresa VCA; o ponto da rua Milton Ornelas será responsável por transbordar oito linhas das empresas VCA e ATP; as três linhas restantes da ATP passarão a deixar os passageiro no ponto da agência dos Correios, Praça Cel. Anísio Cardoso. (Confira a lista completa de linhas e pontos, abaixo).

Mudanças estruturais

A SESEP ficará responsável pela instalação de uma nova iluminação, a recuperação dos sanitários públicos e a construção de quiosques para as quatro baianas de acarajé que atuam no terminal, além da pintura das estruturas das plataformas, recuperação dos telhados e bancos. De acordo com o secretário Harnoldo Azi, a secretaria ainda busca iniciar um processo licitatório para a instalação de benheiros químicos, como forma de ampliar a oferta de sanitários para a população.

Já a Secretaria de Infraestrutura, que na última semana concluiu a obra de reparo de manilhas no terminal, agora realizará o serviço de recapeamento asfáltico, substituindo toda a cobertura do local. A SECIN também relizou o projeto pavimentação qualificada para as calçadas, que inclui a instalação de piso tátil e rampas de acessibilidade para o maior conforto de portadores de necessidades especiais. A obra de pavimentação das calçadas será custeada exclusivamente pelos lojistas do Terminal.

X