Alunos da rede municipal se apresentam em Café com Cidadania da Pastoral do Menor de Alagoinhas

Fotos: reprodução/Secom

Alunos da rede municipal de ensino participaram nesta terça feira (23) da 12ª edição do Café com Cidadania, iniciativa da Pastoral do Menor de Alagoinhas, que debateu o combate ao trabalho infantil. O evento que acontece duas vezes por ano e tem parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEDUC), a Secretaria Municipal de Ação Social (SEMAS) e a Ouvidoria do Município.

Ao longo da manhã os jovens dos projetos Mais Cultura e Arca de Noé realizaram apresentações de dança e participaram de um bate papo sobre a importância do combate ao trabalho infantil. Integraram a mesa de debates a psicóloga do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), Rebeca de Moraes Oliveira, o juz da Vara da Infância e Juventude de Alagoinhas, Murilo Oliveira, a assistente social do programa de Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Gabriela Carvalho, e o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Vanderlon Santana.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Presente no encontro, o Secretário de educação Fabrício Faro ressaltou a importância da parceira com a Pastoral e o debate do tema. “Hoje a Pastoral atende cerca de 200 alunos da Escola Municipal Menino Jesus, que participam aqui de diversas atividades no turno oposto ao horário escolar, é uma parceria importantíssima para nós”, explicou. “O debate desse tema é muito importante para o nosso município, é essencial realizar esse trabalho preventivo com a população, mostrando que o lugar do jovem é na escola”.

Para a coordenadora da Pastoral, Diva Rabelo a mobilização das instituições de ensino e da população geral para esse tipo de debate é de grande importância para o município e não é possível sem a parceria da prefeitura, “Combater todo dipo de violência infantil é uma missão de todos, principalmente com o poder público, por isso essa parceria com a SEMAS, a SEDUC e a Ouvidoria é tão importante, queremos levar esse alerta a todas essas instituições gerando multiplicadores dessa mensagem”, concluiu.

X