Quadrilha é desarticulada e 15 pessoas são presas em operação da Polícia Civil na Bahia e Sergipe

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Quinze pessoas foram presas pela 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Alagoinhas, durante operação para o cumprimento de 34 mandados de prisão preventiva e 34 mandados de busca e apreensão, nesta quinta-feira (17/8), nas cidades de Rio Real, Bahia, e Indiaroba e São Cristóvão, em Sergipe. A polícia sergipana também participou da ação, que mobilizou 140 policiais civis baianos, entre delegados, investigadores e escrivães, além de mais de 30 viaturas

Os presos integram uma organização criminosa que estava sendo investigada há mais de dez meses e a quadrilha é responsável por mais de 20 homicídios, todos de traficantes rivais ou usuários com dívidas de drogas.O bando também está envolvido com roubos, torturas, sequestros e extorsões. Dez quilos de maconha e outras 300 trouxas da droga foram apreendidos, além de oito papelotes de cocaína, uma arma e 11 celulares.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A organização, composta por aproximadamente 40 integrantes, possuía uma hierarquia estruturada, com divisão de tarefas delimitadas e poder de intimidação. Liderada por André Luiz Conceição Ferreira, preso no Presídio de São Cristóvão, em Sergipe, ele repassava ordens ao grupo por meio de sua companheira, Iraíldes Santos de Sá, a “Tico”. Já seu braço direito era Luiz Alex Sá Santos, o “Alex Neguinho”, residente em Indiaroba, e principal alvo preso na operação.

Presos

Os demais presos são: Francisco Alves Santos Júnior, o “Seriguete”, Igor Souza, o “Gordo”, Tailan Souza Cardoso, o “Pezão, Ricardo dos Santos Maciel, Renilton dos Santos Moura, o “Cheiro”, Enrique Caio Oliveira Santos, o “Tchuk”, Adson Goes da Paixão, Ricardo Paulo Melo de Oliveira, o “Ricardo do Brega”, Jânio de Jesus Rosa, Eunice Felícia dos Santos, Aleci dos Santos Vieira, Rosilange Carvalho Santos, Jossilene Dos Santos de Souza e Clécia dos Santos Vieira. Os mandados foram expedidos pela Comarca de Rio Real.

O delegado Jobson Marques, titular da Delegacia Territorial (DT) de Rio Real, lembra que, antes desta operação, outros seis integrantes da organização criminosa já haviam sido presos em ações diversas da policia na região. São eles: Ícaro Nunes dos Santos, o “Zumbi”, Cristiano Santos Silva, o “Barriga”, Carlos Alexandre Santos Gois, o “Serrote”, Adriano Souza Santos e Gleidson Santos Brito, o “Formiga”.

A operação contou com a participação das equipes das delegacias territoriais (DTs) de Rio Real, Catu, Olindina, Itapicuru, Esplanada, Aporá, Acajutiba, das delegacias de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Alagoinhas e Feira de Santana, da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (CATI), do Departamento de Polícia do Interior (Depin), do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da Coordenação de Operações Especiais (COE), das  1ª e 2ª Coorpins, de Feira e Alagoinhas, respectivamente, Polinter, Serviço de  Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SSP/BA) e equipes da GERB, da Polícia Civil de Sergipe.

Redação com Aratu Online

X