PELA QUARTA VEZ: Ex-jogador Edilson “Capetinha” volta a ser preso em Salvador

Foto: reprodução/Facebook

O ex-jogador Edilson “Capetinha” foi preso na tarde desta terça-feira (15/8) em um shopping de Salvador. Agentes da Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter) disseram que ele tinha mandado de prisão em aberto expedido pela Justiça de Brasília por falta de pensão alimentícia.

Depois de detido, o ex-atleta foi levado para a sede da Polinter, no bairro dos Barris. O Aratu Online tentou contato com o titular da unidade, Ivo Tourinho, mas não obteve retorno.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

HISTÓRICO

Edilson já foi preso pelo mesmo crime em 2014 e 2016. Da primeira vez, ele foi localizado durante uma blitz na Avenida Anita Garibaldi. Dois anos mais tarde ele foi detido no aeroporto de Brasília. Naquela oportunidade, ele ficou dez dias preso e foi liberado depois de pagar parcelas da pensão alimentícia.

Já em 2015, o ex-jogador foi preso por fraudes na Caixa Econômica Federal. Segundo as investigações, no ano anterior, cerca de R$ 60 milhões foram desviados em benefícios dos participantes da quadrilha.

Os investigadores constataram que o esquema criminoso contava com a ajuda de correntistas do banco, que eram escolhidos por movimentarem grandes volumes financeiros e que foram usados para recrutar gerentes da Caixa para serem utilizados na fraude. Dentre esses correntistas, estava Edilson.

Aratu Online

X