“Tenho consciência que não vou ser preso”, diz Lula

Foto: reprodução/Agência Brasil

Questionado por Mário Kertész, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quinta-feira (13), se caso for preso, poderá pedir asilo político fora do país, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou.

Na oportunidade, o petista foi direto e disse que não será preso. “A única possibilidade de um asilo meu é para Garanhuns. Eu tenho consciência que não vou ser preso, porque para ser preso você precisa ter cometido um crime e esse crime precisa ser provado. Eu não cometi crimes e só quero que os acusadores provem”, ressaltou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Os vazamentos das supostas denúncias acontecem de dentro da sala do juíz. Não é possível, o último vazamento que foi feito, foi uma vergonha. Isso é vazado para pessoas muito seletivas, cada promotor tem um jornalista privilegiado. Os advogados são os últimos a saberem. Primeiro você tem que ser execrado pelos meios de comunicação, para depois você ter a informação correta para se defender. Eu acredito que não haverá revolta nenhuma. Primeiro porque eu não vou ser preso. Não podemos ficar presos a uma ditadura de um pequeno grupo do poder judiciário”, completou. ” (Metro1)