Bahia ganha Federação de Muay Thai e Boxe Tailandês

A Confederação Brasileira de Muay Thai e Boxe Tailandês selecionou a Bahia para compor o time de Federações Estaduais das modalidades — São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e Ceará já possuíam a entidade. A Federação Baiana de Muay Thai e Boxe Tailandês (FBMT-BT), fundada este mês, surgiu a convite do diretor da Confederação Brasileira, Wanderley Filho.

Ele afirma que o estado foi escolhido por ser considerado um dos mais importantes do Brasil quando o assunto é Muay Thai. “Para nós é uma honra estar presente na Bahia, de onde já saíram vários atletas de destaque nacional”.

“Hoje, a Confederação tem mais de 5 mil filiados e queremos dobrar esse número até o final do ano, com um trabalho sério. Temos um trabalho forte em São Paulo e queremos expandir o conhecimento adquirido. Minha expectativa é que, com a ajuda das Federações — da Bahia, representada por Marcos Araújo —, alcancemos algo jamais visto no Brasil em termos de organização e crescimento do esporte. Convido a todos os praticantes e simpatizantes a fazerem parte dessa revolução”, incentiva Wanderley.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Wanderley é diretor da Confederação

Ainda de acordo com Wanderley, o papel da Federação será organizar as modalidades, regular grandes eventos e oferecer suporte aos atletas e professores. Além de registrar academias, legalizar equipes e dar mais destaque aos esportes, aumentando o número de praticantes.

Presidente da FBMT-BT e líder da equipe Demolição Bad Boy, Marcos Araújo (foto em destaque) avalia que o estado estava carente de organização nessas modalidades, o que impossibilitava os atletas de participarem de grandes eventos realizados no Brasil e no mundo. “A Federação chegou para agregar, unir as equipes do estado em um só propósito: o crescimento do Muay Thai e do Boxe Tailandês na Bahia. Teremos um trabalho conjunto com as outras entidades voltadas para esses esportes. A proposta é de crescimento unificado, com uma concorrência saudável, que só nivelará, por cima, as nossas modalidades”, avalia.

As equipes Demolição Bad Boy, Colisão Muay Thai, Horto Fight, Jay Congo e Rottweiler Muay Thai já estão filiadas a FMBT-BT. “Estou muito empolgado com a oportunidade de presidir a Federação e espero colocá-la entre as melhores do Brasil, com um trabalho sólido e transparente. Nossa meta mais importante é levar essas modalidades, através de projetos sociais, aos que não têm acesso ao esporte”, enfatiza Marcos.

Do Aratu Online / Nocaute Baiano