Dupla explosão deixa ao menos dez mortos e 50 feridos no metrô de São Petersburgo, na Rússia

Usuários socorrem vítimas em explosão no metrô de São Petersburgo – Foto: Reprodução

Uma dupla explosão deixou pelo menos dez mortos e 50 feridos no metrô de São Petersburgo, na Rússia, nesta segunda-feira (3/4). Os relatos são de que o incidente provocou graves danos à estação de Sennaya Ploshchad. Todas as estações foram fechadas, de acordo com autoridades do metrô, e 17 ambulâncias foram encaminhadas para socorrer as vítimas.

O presidente russo, Vladimir Putin, está hoje na cidade para um encontro com o presidente da Bielorrúsia, Aleksandr Lukashenko. Ele já se pronunciou, dizendo que investigadores consideram terrorismo como possibilidade e expressando condolências às famílias das vítimas. “Eu já falei com o chefe dos nossos serviços especiais, eles estão trabalhando para apurar a causa (das explosões), disse Putin.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

As causas ainda não estão claras, é muito cedo. Nós vamos investigar todas as possíveis causas, incluindo terrorismo e crime doméstico. Já o “Telegraph” diz que houve duas explosões provocadas por um dispositivo com estilhaços. O “Daily Mail”, por sua vez, cita uma bomba de pregos. A mesma informação vem da agência russa RIA, que diz que aparentemente se registraram explosões em duas estações diferentes. A rede CNN diz que há crianças entre os feridos.

*Da redação Aratu com O Globo