FEBRE AMARELA: Primeiro Caso de morte por suspeita da doença na Bahia não foi contaminada no Estado

Foto: Reprodução

O município de Cândido Sales, região de Vitória da Conquista, sudoeste baiano, registrou o primeiro caso de morte por suspeita de febre amarela na Bahia.

Confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) nesta sexta-feira (31/3), a contaminação trata-se de caso importado. O paciente era de Minas Gerais, da cidade de Teófilo Otoni – local em que foi contaminado pelo vírus da doença. A secretaria ainda informa tratar-se de um caso antigo, acontecido entre os meses de janeiro e fevereiro e que o Ministério da Saúde esqueceu de enfatizar na última atualização dos dados que a contaminação não ocorreu no Estado. Até o momento não há confirmações de casos da doença em humanos na Bahia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com informações do Ministério da Saúde, através do último boletim epidemiológico sobre a febre amarela, a Bahia registrou 20 casos de notificação da doença, sendo 12 casos descartados e 8 em investigação.

A Secretaria da Saúde do Estado visa garantir a liberação de 5 milhões de doses para imunização em toda a Bahia por meio de um pacto federativo que dará prioridade à Salvador. A previsão do Ministério da Saúde é de que as vacinas cheguem gradualmente em um prazo de 90 dias.

Do Aratu Online