Central de abastecimento de Alagoinhas será reordenada, afirma secretário Geraldo Almeida

Foto: Google StreetView

O secretário de agricultura do município, Geraldo Almeida, garantiu em entrevista a um programa de rádio da cidade, na manhã desta quinta-feira (30), que em breve sua pasta irá reordenar o espaço da Central de Abastecimento.

Entre as medidas que serão tomadas estão a padronização das barracas, o recadastramento dos feirantes, o reforço na segurança e a desobstrução de vias no entorno, dentre outras iniciativas que serão efetivadas, inclusive em parceria com o Sebrae e o Governo Federal.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Segundo o secretário, a SEMAG vai unificar o cadastro de todos os feirantes. “Existem pessoas lá com três ou quatro barracas. Algumas, inclusive, se cadastraram e depois alugaram o seu espaço, o que está fora do estatuto”, declarou.

Para Geraldo, o recadastramento vai permitir identificar desvios praticados por alguns feirantes e ajustar a arrecadação fiscal da Central, evitando prejuízos para o estabelecimento. “Grande parte dos feirantes não tem pago as taxas obrigatórias. Sem um controle mais rigoroso, não era possível saber com precisão quem estava em dias com suas obrigações. Após esse novo cadastro, vamos ter uma visão perfeita da situação da feira com relação aos feirantes”, acredita.

No que toca a segurança da Central, ele informou que o portão principal passará a ser fechado às 18h com o objetivo de evitar riscos para feirantes e consumidores. Haverá também um reforço na segurança com apoio da Polícia Militar realizando rondas constantes no local.

Não é novidade pra ninguém que os problemas da central é antigo, e que muito se promete pouco se faz. O desejo de todos os feirantes e de quem frequenta a central de abastecimento, é viver uma nova realidade bem diferente da atual que não é das melhores.

Da redação, com edição de Rogenis Dias