Odebrecht pagou 3,4 bilhões de dólares em caixa 2, diz ex-executivo

O ex-executivo da Odebrecht, Hilberto Filho, disse ao ministro do TSE, Herman Benjamin, que o Departamento de Obras Estruturadas da empresa, conhecido como ‘departamento de propinas’, pagou 3,4 bilhões de dólares em caixa 2 entre 2006 e 2014.

O depoimento, prestado nesta segunda, ocorreu dentro da ação que investiga abuso de poder político e econômico na campanha presidencial de 2014, que pode gerar a cassação da chapa Dilma-Temer.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, o ‘departamento de propinas’ foi chamada por Hilberto de ‘trepa moleque’ em referência ao fato que, por ele, só passavam recursos ilegais. Hilberto também era responsável pelo pagamento de resgates de funcionários da construtora sequestrados no exterior.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

No depoimento, Filho também falou que os pagamentos eram feitos em hotéis onde ficavam os ‘intermediários’ e que, com o avanço das investigações da Lava Jato, o setor de propina teve que migrar para a República Dominicana.

Fonte: RedeTV!

X