Governo Joaquim Neto avança parceria com União Europeia no projeto Alagoinhas Sustentável

Fotos: Roberto Fonseca/SECOM
Fotos: Roberto Fonseca/SECOM

Reduzir a pobreza e a vulnerabilidade social das regiões circunvizinhas ao polo industrial de Alagoinhas, em especial na poligonal formada pelos bairros Cruzeiro do Monte, Jambeiro e Mangalô. São estes os principais objetivos do projeto Alagoinhas Sustentável, que foi apresentado nesta terça-feira (17) pela organização não governamental AVSI Brasil ao secretariado do governo Joaquim Neto.

Participaram da reunião com o diretor-presidente da AVSI Brasil, Fabrizio Pellicelli, os secretários municipais José Alfredo Menezes Filho (Ação Social), Bruno Fernandes (Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente), André Luís de Carvalho (SECIN) – os três considerados gestores do projeto no âmbito do Município -, além de Geraldo Almeida (Agricultura), Tácio Lobo (Planejamento) e José Lopes (Comunicação).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Pellicelli explicou que o projeto é orçado em cerca de 490 mil euros, sendo financiado quase em sua totalidade pela União Europeia, com uma contrapartida de 20% da Prefeitura de Alagoinhas e executado pela AVSI Brasil em parceria com o Executivo Municipal.

“A União Europeia reconhece que Alagoinhas está numa condição particular de crescimento industrial e econômico, mas quer contribuir para que esse crescimento seja sustentável”, afirmou o diretor durante a apresentação do Plano Estratégico da Poligonal.

Mudança de gestão – A gerente do projeto pela AVSI Brasil, Paula Leopoldino, informou que ele deveria ser concluído até o mês de setembro deste ano, mas deve ser prorrogado por mais seis meses em virtude de alguns atrasos. Ela lembrou que com a mudança da gestão do Município não havia sentido apresentar o planejamento estratégico ao governo anterior, já que quem irá executar as ações é o governo atual.

Entre os resultados esperados com o projeto estão o incremento do trabalho e da renda da população local, a regularização fundiária dos imóveis e a melhoria de serviços básicos essenciais como saúde, educação e transporte.

O secretario da Agricultura, Geraldo Almeida, explicou que participou da gestão anterior como ex-vice-prefeito e acredita que no governo Joaquim Neto Alagoinhas vive um novo momento. “Participei em parte da gestão anterior como vice-prefeito e posso dizer que ela não se preocupava em apresentar projetos à sociedade. Agora, com Joaquim Neto e a chegada de vocês isso começou a mudar”, afirmou.

Ao final, ficou acertado a realização de novos encontros entre a AVSI Brasil e as secretarias municipais gestoras para se aprofundar o planejamento estratégico do projeto.

X