Dilma Rousseff se manifesta sobre suposto estupro coletivo no Rio de Janeiro

Agência Brasil
Agência Brasil

A presidente afastada Dilma Rousseff se manifestou na tarde desta quinta-feira (26) sobre o estupro coletivo contra uma adolescente de 16 anos na zona oeste do Rio. Em depoimento à polícia, a jovem afirmou que foi dopada e acordou com 33 homens “em cima dela”.

Em publicação no Facebook, Dilma diz prestar solidariedade à vítima e reafirmou o repúdio àviolência contra as mulheres. “Precisamos combater, denunciar e punir este crime. É inaceitável que crimes como esse continuem a acontecer. Repito, devemos identificar e punir os responsáveis”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

OAB-RJ se manifesta

A OAB-RJ se manifestou também nesta tarde contra o crime. Pela Comissão Permanente OAB Mulher, o órgão expressou “mais profundo repúdio ao ato de barbárie”.

Na nota, a OAB-RJ diz que “os atos repulsivos demonstram, lamentavelmente, a cultura machista que ainda existe, em pleno Século 21”. O texto ressalta que frases e piadas machistas “correm o risco de se tornarem potenciais incentivadoras de comportamentos perversos”.

A seccional também oferece assistência jurídica e declara o apoio à família da vítima.

Do R7